Incoterm DAP: O que é e quando ele é aplicado?

O Incoterm DAP é um dos 11 termos de responsabilidade que orientam o comércio internacional e as relações entre comprador e vendedor.

Conhecer esta norma é essencial para que o negociante não arque com custos desnecessários e não previstos em seu orçamento.

O Incoterm DAP pode ser interessante para importadores que querem maior comodidade nos procedimentos e até mesmo para exportadores que pretendem atrair novos consumidores.

Pronto para entender melhor? Neste texto, apresentaremos tudo o que você precisa saber sobre o Incoterm DAP: O que é, quais são suas vantagens e qual a responsabilidade de cada pessoa ou empresa envolvida neste processo. Confira!

O que é o Incoterm DAP?

A sigla DAP (Delivered At Place) pode ser traduzida como “entregue no local”. O termo é um dos Incoterms definidos em 2010 pela Câmara de Comércio Internacional (ICC) e determina que o exportador é responsável pelo desembaraço da mercadoria em seu país, bem como pelo transporte internacional e pela entrega no local determinado.

Este Incoterm foi criado para substituir os termos DAF, DES e DDU. O objetivo é simples: que as mercadorias possam ser postas à disposição do comprador enquanto estiverem no porto do destino ou até mesmo dentro do navio transportador.

Em termos práticos, o importador possui a função do desembaraço do produto dentro do seu país, além de ter que descarregar e buscar a compra.

Colocando na balança as tarefas de cada um, percebemos que os riscos e responsabilidades deste termo incidem mais sobre o exportador.

O que é o Incoterm DAP

A sigla DAP (Delivered At Place) pode ser traduzida como “entregue no local”.

Em quais situações o Incoterm DAP se aplica?

O Incoterm DAP se aplica a qualquer modalidade de transporte, seja ele terrestre, aéreo, fluvial, marítimo ou lacustre.

As condições também são válidas no caso de haver mais de um meio de transporte.

Leia também: Siscomex Importação – O que é e como funciona o sistema?

O que são os Incoterms?

A palavra é a abreviatura da expressão International Commercial Terms (Termos Internacionais de Comércio). Os Incoterms são regras estabelecidas pela Câmara de Comércio Internacional (ICC), que definem e padronizam as obrigações dos contratantes nas operações de compra e venda internacional.

Estas normas regulamentam quem pagará o frete da mercadoria, onde será o ponto de entrega, qual dos envolvidos deverá ficar responsável pelo seguro, dentre outros pontos.

A criação dos Incoterms, em 1936, foi uma resposta aos frequentes conflitos entre exportadores e importadores, que não tinham seus papéis definidos com clareza.

Na medida em que as responsabilidades de cada componente da cadeia é explicitada, os Incoterms permitem que a pessoa que vende para o exterior possa calcular todos os seus gastos e, assim, ter maior dimensão sobre o orçamento.

Vale ressaltar que as normas determinadas pelos Incoterms são aplicadas somente na relação de exportadores e importadores.

Assim, empresas transportadoras, seguradoras e despachantes não estão submetidas aos termos. Em 2019 tivemos uma atualização dos Incoterms e você pode conhecer essas mudanças clicando aqui.

Qual é a divisão das responsabilidades no Incoterm DAP?

Nas transações com o Incoterm DAP, as responsabilidades ficam assim divididas:

  • Cabe ao exportador/vendedor:
    • Transporte dentro do país de origem e até o local de destino;
    • Seguro no país de origem e seguro internacional;
    • Burocracias alfandegárias e direitos de exportação;
    • Embalagem, identificação e carregamento da mercadoria;
    • Inspeção e peritagem;
    • Descarga, manuseio e armazenamento no país de destino;
    • Seguro e transporte dentro do país de destino, que leve o produto ao local combinado.
  • Cabe ao importador/comprador:
    • Burocracias alfandegárias e direitos de exportação em seu país;
    • Inspeção e peritagem da mercadoria (junto com o vendedor);
    • Descarga do produto.
Responsabilidades no Incoterm DAP

Nas transações com o Incoterm DAP, as responsabilidades são divididas entre exportadores e importadores.

Como é feita a troca de responsabilidades no Incoterm DAP?

O papel do vendedor não termina quando a mercadoria chega ao país de destino.

Suas obrigações só são encerradas no momento em que o produto é colocado à disposição do comprador, na data ou dentro do período que foi previamente acordado, em um local de destino indicado – que não seja um terminal – e pronta para ser descarregada do veículo transportador.

A partir daí, cabe ao importador inspecionar as condições nas quais sua compra foi entregue e descarregá-la.

Quais são as vantagens do Incoterm DAP?

O principal benefício dos Incoterms é a padronização dos procedimentos referentes ao comércio internacional, o que evita múltiplas interpretações sobre as informações e eventuais prejuízos ao comprador ou vendedor.

Falando especificamente sobre o Incoterm DAP, podemos elencar outras vantagens.

Ao escolher este termo, por exemplo, o comprador evita surpresas na hora do pagamento. Isso porque o exportador já irá embutir todos os custos com frete, seguro, impostos e desembaraço aduaneiro no preço final da compra, e então o importador terá certeza sobre o quanto gastará com o procedimento.

O mesmo não ocorre com outras categorias, como no Incoterm DDP. Nesta norma, o preço é negociado no momento da compra, e podem aparecer taxas que não estavam previstas no orçamento, o que prejudica o comprador.

Utilizar esse Incoterm também garante maior comodidade ao importador, que não terá que gastar dinheiro e tempo com a contratação de serviços de seguro e armazenamento do produto, por exemplo. Por isso, o Incoterm DAP pode ser bastante benéfico àqueles que pretendem evitar possíveis entraves no dia a dia operacional da sua empresa.

E não para por aí. Apesar de ter que arcar com mais responsabilidades, o vendedor pode desfrutar de alguns benefícios do Incoterm DAP, que pode servir como uma ferramenta para aquecer as atividades de exportação.

O motivo é claro: como o importador possui menos custos no processo de importação, ele provavelmente será atraído a negociar – e se tornará um novo cliente.

Conclusão

O Incoterm DAP é um termo que padroniza as transações do comércio internacional. Ele determina que o exportador deve arcar com os custos de frete até o destino final e entregar a mercadoria no local combinado.

A partir deste momento, a descarga fica à cargo do comprador.

Com as taxas já embutidas no preço final, o importador evita eventuais surpresas e consegue planejar melhor o seu orçamento.

O Incoterm DAP também é vantajoso para o vendedor que, mesmo tendo mais responsabilidades, oferece uma negociação cômoda e atrativa para quem importa, atraindo novos clientes.

Para decidir o melhor procedimento para a sua empresa e tornar o processo mais ágil e eficiente, o ideal é contar com um atendimento especializado, que te oriente sobre cada etapa da negociação.

Ficou interessado? Agende já uma consulta com nossa equipe!

Menu