Balança comercial registra superávit de US$ 5,019 bilhões em junho

A balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 5,019 bilhões em junho, informou a Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério da Economia, nesta segunda-feira (01/07). O valor representa retração de 4,2% na comparação com o mesmo mês do ano passado pela média diária.

O valor do mês é resultado de US$ 18,05 bilhões em exportações (retração de 0,83% em relação a junho do ano passado, considerando a média diária) e US$ 13,03 bilhões em importações (alta de 0,51%).

Corrente de comércio

No mês, a corrente de comércio foi de US$ 31,07 bilhões, baixa de 0,3% em relação ao mesmo período de 2018. Considerando o acumulado de janeiro a junho, o superávit da balança comercial foi de US$ 27,13 bilhões. O número representa um recuo de 8,9% na comparação com um ano antes, pela média diária.

No acumulado do ano, as exportações chegaram a US$ 110,89 bilhões (retração de 1,8% pela média diária, na comparação com o mesmo período de um ano atrás) e importações de US$ 83,76 bilhões (alta de 0,8%).

Queda e Petróleo

No ano, a corrente de comércio foi de US$ 194,66 bilhões, queda de 0,7% em relação ao mesmo período do ano passado, pela média diária.

Segundo dados da Secex, a balança comercial de petróleo e derivados registrou superávit de US$ 5,370 bilhões no acumulado de janeiro a junho. O número, apresentado nesta segunda pela Secex), é resultado de US$ 14,856 bilhões em exportações (avanço de 13,2%, pela média diária) e de US$ 9,486 bilhões em importações (queda de 0,9%, pela média diária).

A Secex também divulgou nesta segunda as projeções atualizadas para a balança comercial de 2019. A corrente de comércio deve registrar alta de 2% em 2019. Já as exportações devem crescer 2% e, as importações, 1,9%. A nova projeção fixada é de US$ 56,7 bilhões para o saldo comercial ‒ a anterior era de US$ 50 bilhões. (Valor Econômico)

Menu
whatsappwhatsapp