África do Sul abre mercado para a manga brasileira

As exportações brasileiras de mangas frescas ou secas somam US$ 73 milhões de janeiro a agosto deste ano e lideram as vendas externas de frutas em 2018. O Vale do São Francisco é o principal exportador da fruta, respondendo por mais de 90% dos embarques.

Depois de julho de 2006, a Associação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), juntamente com o governo federal, realizou uma abertura da África do Sul para o mangas produzidas no Vale do São Francisco.
Recentemente, a região exportou para o primeiro lote de 25 toneladas, juntamente com os países dos países e o apoio da CNA e da Associação Brasileira de Produtores Exportadores de Frutas e Derivados (Abrafrutas) durante as tratativas.
Exportações Brasileiras
Eduardo Brandão, assessor técnico da Comissão Nacional de Fruticultura da CNA, está avaliando as exportações brasileiras de mangá para um país que pode aumentar nos próximos anos.
“Vimos na África do Sul um potencial mercado em feiras internacionais e por isso sinalizamos ao Ministério da Agricultura e seus interesses em vender para este mercado”, explica.
As exportações brasileiras de produtos acabados e maduros somam US $ 73 milhões de janeiro de a agosto deste ano e lideram as vendas externas de frutas em 2018. O Vale do São Francisco é o principal exportador da fruta, respondendo por mais de 90% dos embarques. (Da CNA)

Fonte: Norte Agropecuário https://www.norteagropecuario.com.br/noticias/africa-do-sul-comprara-manga-do-brasil/

Menu
whatsappwhatsapp